Um pouco mais sobre o Lafuma Sky Race

No post anterior o George tratou de mandar um videozinho explicando o tênis. Abaixo algo um pouco mais técnico, e por escrito, apesar de ilustrado com imagens retiradas do site nacional da Lafuma, que apresentam as tecnologias envolvidas neste calçado.

Com o passar dos dias e o uso mais intenso, no terreno para o qual ele foi concebido, mais impressões virão ao ar aqui no blog.

O sistema de amarração é um dos "detalhes" que mais chamam a atenção. A Lafuma o denomina Twin Lace. Idéia bem sacada e que merece um pouco de atenção pelo corredor, para achar o ajuste correto e não deixá-lo nem muito apertado nem folgado. No caso dos tênis de amarração tradicional isso também é bastante válido e pode significar a diferença entre adquirir ou não uma lesão.



O solado também merece destaque, pois vem com uma peça super leve fornecida pela italiana Vibram. O cabedal é em tecido Mesh, bem leve e transpirável, também de rápida secagem.


Peso? Um dos mais leves do gênero, equivalente mesmo a tênis de corridas de rua: 380 gramas no número 39.

Enfim, um tênis durão (favor observar que é uma gíria), para maratonas e ultras, ou para aqueles corredores mais lentos, como este que vos escreve, rs.





Um grande abraço!

O Corredor Desequilibrado

Sou um desequilibrado! Sou um corredor! Na verdade penso que todos os corredores sejam desequilibrados. Não falo apenas de desequilíbrio no sentido próximo à insanidade ou à loucura.

Falo de desequilíbrio geral, inclusive muscular. É assim que me vejo e por mim que escrevo agora.

Falo das dores nas costas que aparecem quando as subidas são mais longas. Falo do desejo que as pernas têm de correr mais quilômetros e o cérebro manda parar. Falo também do oposto disso, quando as pernas não se aguentam e o cérebro, tinhoso, nos castiga com informações de superação sobrehumana.

Sou um desequilibrado pois corro 42 quilômetros sem dores e mal consigo fazer 10 flexões de braços, ou então levantar um saco de cimento. Mais desequilibrado ainda me sinto quando saio para um treino longo de 29 Km, no intuito de fazer devagar e acabo correndo alguns quilômetros como se estivesse em uma pista de atletismo, integrante de alguma prova imaginária de 1500 metros.

Sou também um desequilibrado por ter corrido cinco maratonas em 5 meses, sendo três delas em um espaço de 28 dias. Mais ainda: duas delas foram em dias consecutivos e são as mais difíceis do país.

Sou um desequilibrado por rasgar planilhas, beber água de côco em vez de isotônicos, comer "bolas de energia" feitas em casa em vez de gel.

Sou um desequilibrado por parar no meio da maratona para comprar batatas fritas e guaraná, deixando muita gente me passar e alcançá-los depois enquanto eles caminhavam e eu ainda transbordava energia.

Por que a vida é feita de momentos e não se deve cuspir para cima. É quase certeza que cai na cara...eu que o diga!

"E controlando a minha maluquez, misturada com a minha lucidez eu vou ficar, com certeza, maluco beleza."

Y loco, loco, loco, eu canto todas as noites na intimidade do meu refúgio, com meu velho violão e a voz cansada:

Dizem que sou louco por pensar assim
Se eu sou muito louco por eu ser feliz
Mas louco é quem me diz
E não é feliz, não é feliz
Se eles são bonitos, sou Alain Delon
Se eles são famosos, sou Napoleão
Mas louco é quem me diz
E não é feliz, não é feliz
Eu juro que é melhor
Não ser o normal
Se eu posso pensar que Deus sou eu
Se eles têm três carros, eu posso voar
Se eles rezam muito, eu já estou no céu

Um beijo!
Loco, loco, loco!

O fim de outro ciclo

É hora do adeus. É com dor no coração que escrevo aqui que me desfiz de uma boa companheira. Parceira de aventuras, nunca me deixou na mão. É verdade que não nos relacionamos assim tão intensamente nos últimos tempos. Em meus tempos de Belo Horizonte ela ficou relegada a algo decorativo, dado o medo que eu tinha de perdê-la.

Quando me acompanhou aqui em Curitiba, em meu retorno de 2009 pouco curtimos. Tentaram nos separar mas nos reencontramos pouco depois. Mas, como tudo na vida tem seu tempo, chegou a hora de nos separarmos. Novos interesses e atividades, e uma inquietação comum a este que escreve têm sua contribuição também.

O nome dela é Marga, apelido carinhoso para uma MTB Merida Matts TFS 100 ano 2007.

E abaixo um último registro de uma diversão matinal, sob muita chuva, que acho ser a condição ideal para viver grandes amores, despertar sentimentos e lavar a alma, vide a Maratona de Curitiba entre outros acontecimentos inesquecíveis de minha existência. Marga: saudades, mas é para o nosso bem!


Muita chuva, lente embaçada, imagina pedalando...

K42 Bombinhas 2010 - Hora de aproveitar o diferencial de preços!

O K42 CHEGA NOVAMENTE AO BRASIL

2ª Edição Vila do Farol K42 Bombinhas

Sábado 22 de Maio 2010 – SC – BRASIL

Inscrições abertas!!!

(Clique aqui para se inscrever)

Promoção até o 15 de Janeiro!!

A corrida principal, de 42Km, terá como complemento uma de revezamento de 2x21km, uma participativa de 12Km e o Kid´s.

O percurso é muito variado, alterna permanentemente trilhas de fechada vegetação e pronunciados desníveis, com bonitas praias que unem os morros. Transitará por 17 das 21 praias da península, reconhecidas como uma das mais belas do Brasil.

Você precisa hospedagem e transfer desde o aeroporto?

Entre em contato com Casa Do Turista (Agência oficial de Turismo Receptivo).




Primeiro Treino Longo de 2010

Segue abaixo um videozinho beeeem tosco mostrando trechos do percurso que realizei em meu primeiro longo de 2010, logo no dia 01 de janeiro, por estradas rurais de Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba.

Para visualizar o percurso clique aqui, de preferência no modo satellite view.

Para quem recebe as atualizações via mail, basta clicar aqui para assitir o vídeo.


Patrocinadores

Para obter um melhor desempenho em suas atividades esportivas, sempre procurei em associar a boas empresas e marcas do ramo outdoor. Saber trabalhar a imagem, agir de maneira ética e coerente sempre fez parte de meus princípios.


Conto com o Patrocínio de Território Mountain Shop, a maior loja de equipamentos de aventura do sul do país desde 2007. Esta empresa possui três lojas físicas em Curitiba, Estado do Paraná, e o site www.territorioonline.com.br é um dos mais acessados do segmento.

Outras marcas também oferecem apoio: Deuter, Lafuma, Suum e Lorpen. Na verdade todas elas são atendidas no Brasil pela Proativa, que as representa no depto comercial, em uma parceria com a Nautika.

A Lafuma é uma marca francesa e segundo informa o seu site no Brasil, ela foi fundada em 1930 pelos irmãos Lafuma no coração dos Alpes, foi responsável pelo desenvolvimento de inúmeros avanços nos equipamentos que ajudaram a moldar a face do montanhismo.

Cada produto é desenhado e testado com a ajuda dos melhores atletas em todas as épocas, buscando serem funcionais mesmo sob condições extremas. Novas tecnologias patenteadas e exclusivas, tais como o Outdry® que garante maior impermeabilidade com maior respirabilidade, traz um conforto nunca antes sentido em um calçado.

Na area ambiental destacamos a parceria com a WWF e o fato dela ser membro do conselho consultivo do “Global Compact” iniciativa mundial com respaldo da ONU que busca a promoção dos direitos do trabalhador, proteção ambiental e combate a corrupção. Os tecidos utilizados possuem certificação de fabricação com mínimo impacto ambiental OEKOTEX.

Atualmente a Lafuma patrocina montanhistas em expedições por todo o planeta inclusive no Brasil. No segmento de corridas de aventura, são dois times de raid com destacada atuação internacional.

Desta marca irei utilizar seus calçados, que em breve serão analisados pacientemente neste espaço.

Já a Lorpen é super conhecida no ramo das meias técnicas, tendo surgido em Etxalar, pequeno povoado entre as montanhas ao pé dos Pirineus, um grupo de pessoas com amor aos esportes de montanha e profundo respeito pela natureza formaram uma equipe jovem de trabalho e espírito empreendedor cujo zelo e busca pela perfeição resultaram na marca de meias Lorpen. Desde o início este compromisso com o aperfeiçoamento na fabricação de produtos de alta performance aliou-se a estruturação de um departamento próprio de pesquisa e desenvolvimento resultando nas mais avançadas meias técnicas do mundo. O processo de tricotagem das meias técnicas Lorpen é tão exato que requer um rigoroso sistema gerencial de controle de qualidade garantindo as meias tolerâncias precisas quanto à elasticidade, resistência a abrasão e acabamento. Tudo esta certificado pelas normas UNE, EN, ISO 9001:2000. O sucesso das meias Lorpen em todo o mundo é comprovado pela presença contínua em mais de 50 paises. Navegue pelo site, conheça nossas tecnologias exclusivas e aprecie o conforto sem igual de usar uma meia Lorpen.

A Lorpen possui uma linha de meias voltadas para o Trekking, Ski e Running, sendo essas que irei utilizar e testar por aqui também.

E a mais nova marca que a Protiva está trabalhando é a Suum. Também segundo o seu site em português, o SUUM é uma resposta para todas suas necessidades de hidratação. SUUM oferece uma maneira conveniente e efetiva para manter seu corpo devidamente hidratado durante a prática de atividades físicas.

Conveniente por sua portabilidade, o que lhe permitirá levá-lo facilmente sempre que for realizar seus treinos ou provas seja onde for.

Efetiva, porque os ingredientes de sua formula provêem um eficiente balanço de sais (eletrólitos) e vitaminas para maximizar a hidratação e o fortalecimento mental durante seus exercícios.

Seja em uma corrida de rua, andando de bike, remando, caminhando em meio de trilhas, jogando tênis, etc., um tubo de SUUM no seu bolso será sua melhor alternativa para se refrescar, eliminar a sede e repor rapidamente os eletrólitos do seu corpo.

O produto vem em formato de uma pastilha para dissolver em 500 ml. de água. É só jogar uma pastilha de SUUM na sua garrafa de água e pronto! Você tem SUUM, uma bebida com todos os ingredientes necessários para uma hidratação balanceada.

SUUM repõe o sódio, o potássio e o magnésio que você perde com o suor do seu corpo.

Ao invés de carregar várias saches ou potes de bebida em pó, ou pior, várias garrafas de isotônico; com um único tubo de SUUM você terá até 10 pastilhas na palma da sua mão.

Enfim, eis as marcas que orgulhosamente estarei testando e vivendo intensamente em 2010, junto com a Deuter (também representada pela Proativa) e a Território Mountain Shop.