Retorno ao Pico Paraná

Um mix de corrida e trekking foi o que rolou no final de semana passado no Pico Paraná.

Partimos cedíssimo eu e a Ana Barbara, que ainda não havia pisado no ponto mais alto do sul do país, os 1.877 metros do Pico Paraná. Localizado em um maciço conhecido como Serra do Ibitiraquire, o PP, como é mais conhecido, exige bom preparo físico e psicológico, pois a trilha além de longa, em alguns pontos apresenta uma boa dose de exposição à altura.

Nos trechos em que era possível correr, corremos. Onde não dava - a maior parte, caminhamos e nos arrastamos. A trilha, apesar de aberta, é bem travada, com muitas raízes, galhos e rochas pelo caminho, que impedem uma maior velocidade. Como era a primeira vez da Ana Barbara naquelas bandas, progredimos de maneira cautelosa.

No fim das contas foi um belo dia de atividade nas montanhas.

Abaixo algumas imagens.

Beijos e abraços.








Comentários

  1. que-lugar-incrível!!!

    casal que inspira!!!

    eu ia ficar com medinho naquele trecho de descer a pedra agarrada naquela corrente, mas tudo bem:)

    lindas fotos, George!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas