Calendário 2012

Passado o natal, neste intervalo meio morno até a virada do ano, as idéias já estão em ordem. Dezembro foi o mês que menos treinei, conforme explicado em post anterior. Trabalho pesado e definição de metas são as "desculpas".

Cabeça no lugar, faço muita questão de deixar registrado tudo por aqui. A exposição das metas e planos faz parte da motivação, já que o comprometimento com algo é um combustível muito forte para a realização dos objetivos.

Para 2012 a idéia é estar ainda mais nas montanhas. Deixo de lado pretensões de corridas muito longas. tenho ainda muito tesão em correr alguma coisa com 80 ou 100 km em montanhas. Mas o montanhista que há em mim está sedento por experiências mais duradouras do que algumas horas nas trilhas. Quero isso também, mas quero mesmo é o vento que racha o beiço e a sopa quente que conforta o estômago. Sendo assim, as corridas em trilha continuarão a existir, pois são uma grande paixão. Porém pretendo, passar boa parte dos meus finais de semana nas cumeadas paranaenses, preparando o espírito e o corpinho para a ambição maior: estar no ar rarefeito e gelado do Cordón del Plata no inverno.

Segue abaixo o planejamento:

Janeiro
21 - 2ª Corrida Trilhas do Parque Aníbal Khury - Almirante Tamandaré/PR - 10K.

Fevereiro
04 - Corrida Tijucas Off-Road - Tijucas do Sul/PR - 20K.

Abril
14 - Revezamento Volta a Ilha - Florianópolis/SC - 150K em equipe.

Julho
14 - Super Meia Maratona Noturna de Extrema - Extrema/MG - 24K.

Agosto
18 - K42 Bombinhas Adventure Marathon - Bombinhas/SC - 42K.
Segunda quinzena - Expedição Cordón del Plata Invernal.

Novembro
25 - Maratona de Curitiba - Curitiba/PR - 42K.


Os treinos já começaram:  desde o dia 18 de dezembro já estou nas ruas e trilhas. 2012 vai incluir também mais pedal, para poupar um pouco o impacto.

Abraços e beijos!

7 Milhas Assessocor - Caminho do Vinho - Como Foi

Foi bom, muito bom!

O dia 18 de dezembro amanheceu prometendo sol forte. Comecei cedo a jornada, partindo desde Campina Grande do Sul às cinco da manhã ainda alta madrugada. Uma vez em Curitiba, me dirigi à São José dos Pinhais de busão junto à boemia que retornava de suas vidinhas de exageros e ouvindo pérolas do tipo "meu namorado ficou em casa, azar o dele, fiquei com dois gatinhos esta noite", entre outros diálogos impúblicáveis.

Desembarcado na sede do município fui para o local da prova, a alguns quilômetros de distância, já na zona rural. A prova passaria por trechos de paralelepípedos, terra batida e cascalho solto. Conferindo a altimetria nos dias anteriores me preparei para sofrer em algumas subidas.

Largada dada já sob sol forte às oito da manhã, posicionei-me bem à frente, já que havia em torno de 200 atletas. Aliás, um adendo: como é bom correr provas "pequenas" assim. Multidões de 5.000 pessoas, como as corridinhas da Adidas, não me atraem, definitivamente. 

Esta acabou sendo minha primeira corrida com o manto da Orientista e aproveitei a oportunidade para testar um novo calçado, o Salomon XR Crosmaxx que será tema de um review a ser publicado na próxima semana. 

Os primeiros quilômetros foram percorridos em paralelepípedo, terreno bem chato de correr, com sucessão de subidas e descidas bem leves. O calor começou a apertar e uma descida forte em asfalto apareceu e em seguida uma ladeira para subir um pouco mais íngreme, já na terra. A paisagem rural ajudava a distrair e as marcações de quilômetros em contagem regressiva parece muito bom para trabalhar a parte psicológica. Gostei da sensação de contar quando falta e não quanto já se correu.

No fim das contas foi tudo tão rápido quanto eu esperava: 57min07seg para 11.870 metros. Dos 130 homens que concluíram meti um 28º lugar que me deixou bastante contente, considerando que meus treinos são um fiasco para esse tipo de prova. Não nego que gosto mais de sofrer na montanha por longas horas e, assim, não me animo a correr forte estas distâncias mais curtas. Por isso fiquei satisfeito com o apresentado.

Recomendo a todos esta prova, que deverá se realizar mais uma vez em 2012. Mas vale ficar esperto, visto que as inscrições acabam rapidinho. Trata-se de uma maneira nova e divertida de correr. Sem a pancadaria das provas de montanha e sem a falta de graça que correr no asfalto e no plano causa no corredor um pouco mais rodado.


Meu muito obrigado ao Caio da Assessocor (sugestão: coloquem o terceiro posto de hidratação lá pelo km 8 e não no 10, quase acabando a prova), ao Fábio do Corridas de Montanha, ao Bruno do Orientista, à galera da Equipe Jacaré de Conga pela hospitalidade e gentileza de retirarem meu kit.

Abraços e até breve.


Se Fue - 2011

Sei foi. Has gone. Acabou.

2011 chega ao fim. Galera fazendo posts alusivos ao que rolou no ano, resumos, melhores momentos, retrospectivas e tals.

Esportivamente, 2011 foi um ano de afirmação. Afirmação de que gosto mesmo é de correr por prazer e quando eu quero. Foi ano em que fiz apenas uma maratona e somente a mais bela de todas que já experimentei, a K42 Bombinhas Adventure Marathon. Ah, ia me esquecendo que corri 42 quilômetros em um treino no mês de novembro. Valeu muito, foi uma das melhores sensações da minha vida durante uma corrida. Contar medalhas e recordes definitivamente não é o que me atrai na prática de esportes.

2011 foi o ano de me ver livre de verdade. De botar a cabeça e o coração para trabalhar juntos. De unir úteis aos agradáveis, de ganhar e gastar dinheiro sem ser escravo dele, de ir às nuvens com os pés no chão. 2010 foi um tanto turbulento e confuso, cheguei ao final do ano com muita esperança que 2011 fosse o famoso "grande ano". Foi legal, corri umas provas bacanas, viajei bastante, conheci pessoas e experimentei sensações. Ter voltado a passar uma noite na montanha certamente foi um dos pontos altos - literalmente também - (re)plantando uma semente em minha alma montanheira.

Realizações materiais, sentimentais, monetárias...enfim, isso é tudo que desejamos para um novo ano. O ano saiu um pouco fora do planejado e, por isso mesmo, foi grandioso.

Esportivamente, eu encerro amanhã, com as 7 Milhas Assessocor - Caminho do Vinho. Estréia de novo patrocinador, a Orientista Sports. Para 2012 a idéia é andar forte com essa moçada. Tenho atravessado uma fase de treinos quase inexistentes, visto que dezembro é um mes que trabalho mais que 10 intensas horas diárias no comércio eletrônico de bicicletas esportivas. Após o Natal tudo volta ao "normal".

E na próxima semana, eu abro o jogo, mostro o calendário previsto para 2012 e reafirmo a minha missão como atleta: Diversão e inspiração pelo exemplo de uma vida nas montanhas.

Abrazos!

 Imagem de dois montanhistas argentinos na ascensão do Cerro Franke no inverno. 
Estive neste mesmo local em janeiro de 2009.

7 Milhas Assessocor - Caminho do Vinho

Post rápido apenas para informar que encerrarei o ano de competições participando do evento 7 Milhas Assessocor - Caminho do Vinho.

Trata-se de uma corrida em ao estilo que eu gosto: sem muvica, sem muito oba-oba e junto à natureza. Poucos inscritos, muita vontade de se divertir, encontrar os amigos e correr em lugares diferentes. Serão quase 12 quilômetros em meio à roça de São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba.

Certamente será uma boa oportunidade de apreciar novos ares e entender como o corpinho está para começar a pegada rumo a 2012 nas montanhas.

Meus agradecimentos à Orientista Equipamentos, à Assessocor (organizadora do evento) e ao www.corridasdemontanha.com.br, do qual sou colunista.

Quer ver o mapa e altimetria? Clique aqui.

No domingo trago as impressões da prova!

 

Abraços.

A Travessura do Canal da Mancha - Ana Mesquita

Hola, que tal?

Estou lendo um livro super interessante, chamado A Travessura do Canal da Mancha, escrito pela nadadora Ana Mesquita, sobre a verdadeira façanha que é sair da Inglaterra nadando até a França. Coisa para poucos. Uma boa opinião sobre o livro está no blog do amigo Joel Leitão.

Identifiquei-me demais com a autora, pela forma de enxergar as coisas, o mundo e o esporte. Um trecho em particular me chamou a atenção e reproduzo abaixo, fazendo dela as minhas palavras (o sublinhado é por minha conta):

========================

 "Um dos devaneios que eu mais gostava de ter enquanto treinava era ficar imaginando o que seria preciso para que o mundo fosse melhor. (...) De repente eu pensava que tinha mesmo a resposta e que tudo poderia mudar num estalar de dedos. Acho que era alguma coisa parecida com sonhar que me fazia ter idéias, fantasiar que de uma hora para outra todo mundo poderia descobrir que bastava amar e o mundo seria bem melhor, ou de repente as pessoas deixariam de ter tantos problemas de compreensão,  seriam mais capazes de enxergar pela perspectiva do outro, teriam mais compaixão e as guerras já não existiriam. Sonhava depois com um mundo em que ninguém acreditasse que ser feliz é ter mais que o vizinho, pelo contrário, percebesse que era mais gostoso ver o vizinho contente.

(...)

A travessia estava mais para travessura, coisa de criança mesmo. Ninguém pergunta para uma menina porque ela está brincando com aquela boneca. Não há utilidade em brincar, mas é bom. Mas quando ficamos crescidos todo mundo espera que busquemos resultados práticos em tudo. Qual a utilidade disso, qual a utilidade daquilo. Concluo que tive muita sorte, se um caminho não leva a lugar nenhum, mas tem muita beleza, percorrê-lo vale a pena, apenas para apreciar. Enleva. E eu tive a oportunidade e desfrutei muito minha jornada. Teria sido triste não aproveitar."


=======================

Aproveitem, crianças!

Abraços!

George Volpão e a Orientista deixam as trilhas abertas para você

Buenas!

Como dito no post anterior, eu e a empresa Orientista Outdoor Sports fechamos uma boa parceria para 2012. Porém, que tal começar agora, antes do final deste ano, a planejar sua temporada de corrida em trilhas e de calçado novo?

Através deste blog você poderá dar passos firmes e seguros com um dos melhores calçados do mundo trail running e gastando mesnos do que você imagina.

Você já ouviu falar da linha XR Crossmax do fabricante Salomon? Trata-se de modelos pensados em uma situação para lá de corriqueira entre nós que apreciamos correr no mato: trata-se de um tênis híbrido. É perfeito para aquele corredor que quer se iniciar nas provas de montanha ou que busca um equipamento que lhe ofereça conforto para correr no asfalto mas que também funcione a contento fora de estrada. Quem vive nos grandes centros sabe que não assim tão fácil encontrar trilhas ou até mesmo estradas de terra para uma treino. Sendo assim, muitas vezes precisa percorrer alguns minutos em asfalto para só então partir para o mato. Correr em trilhas com calçados específicos para as ruas é roubada, atesto isso! O solado não garante tração, não há proteção contra eventuais topadas em pedras e raízes e tampouco há proteção e estabilidade para terrenos irregulares. A linha Salomon XR Crossmax oferece tudo isso e ainda um baixo peso (apenas 320 gramas, muito pouco para um calçado apto para trilhas) e conforto para correr em asfalto, muito mais que os tênis voltados somente para as trilhas.

Para você leitor, a ORIENTISTA ofecere um super desconto:  


Faça seu pedido através do site da loja e sinalize nas observações ou via email o mote: EU VI NO BLOG DO VOLPÃO. Com isso você receberá um super desconto de 150 reais na compra de seu Salomon XR Crossmax Neutral (para quem tem pisada neutra) ou do Salomon XR Crossmax Guidance (para pronadores). Promoção válida até 31 de janeiro de 2012.

Quer saber quando vale o super tênis e mais sobre suas características? Entra aqui, ó:



Abraços e não perca essa oportunidade!


George Volpão e Orientista Equipamentos

É com muito orgulho que anuncio o fechamento de uma ótima parceria para o ano de 2012 junto à loja de equipamentos de aventura Orientista Outdoor Sports.

Criada em 2007, a ORIENTISTA iniciou suas atividades comercializando exclusivamente equipamentos para Corrida de Orientação. Diante da inexistência de uma loja especializada nesses produtos no país, em poucos meses já se tornava referência para esse nicho de mercado e líder no comércio de bússolas no Brasil.

O grande crescimento dos esportes da natureza fez com que, em um intervalo curto de tempo, a ORIENTISTA ampliasse seu MIX de produtos, visando sempre atender as necessidades de uma gama maior de aventureiros. Hoje, oferece as melhores marcas e produtos voltados para trekking, montanhismo, camping, viagem e inverno.

Crescendo sempre mais de 100% ao ano, é a maior rede de lojas de aventura do RS. É também a única a possuir Loja em Shopping, Loja Online e também loja de rua. 

Nas ações envovendo atletas a ORIENTISTA também sempre teve um papel de destaque, apoiando eventos e equipes de corridas de aventura.
E agora, chega às corridas de montanha, apoiando este atleta que vos escreve. 

Em breve, você que acompanha este espaço saberá de algumas ações conjuntas envolvendo a ORIENTISTA e o crescente numero de corredores de montanha que se atiram nos matos e trilhas do nosso país.

Desde já, fica aqui meu agradecimento a esta empresa que mostra uma visão ampla de marketing esportivo e que certamente está contribuindo para a prática segura, saudável e dentro da ética que nosso esporte Corridas de Montanha contempla e merece.

Em breve eu divulgarei o calendário de eventos dos quais participarei em 2012, que não se resumirá apenas em competições em trilhas, mas sim em uma verdadeira Vida nas Montanhas.

Abraços e obrigado a todos!