Postagens

Atualizando - Reconstrução em Curso

Imagem
  Hola, que tal? A palavra do mês foi exatamente esta: reconstrução. Nunca foi tão real, verdadeira e na carne. Após um desfile entre consultórios, clínicas, hospitais e no ambiente estéril do Zoom, as considerações: - Três pequenas protusões discais que demandam atenção mas não são impeditivas para a prática de esporte. Foram reveladas através de exame de ressonância magnética solicitado pelo Dr. Thiago Fuchs (especialista em joelho e quadril) e depois também analisadas pelo Dr. Antônio Krieger (especialista em coluna, também corredor). Como se trata de uma situação irreversível e que pode levar futuramente a uma hérnia de disco, mais do que nunca fortalecimento de core é necessário para que eu tenha maior longevidade nas corridas e pedais. Já comecei! - Ruptura muscular do músculo posterior da coxa esquerda no dia 12 de dezembro do ano passado. O grande problema, na realidade, foi ter voltado às corridas em trilha e aos treinos de intensidade no Velódromo antes da hora certa e de li

Pintura da Bike GT, Saída da Equipiazza e mais

Imagem
  Hola, que tal? Seguimos em frente, com novidades. Vamos pintar a bike, refazendo a originalidade e qualidade de uma bike GT. Bora também recuperar o corpinho com base nos resultados dos exames que virão (ressonância magnética de perna e quadril), nova metodologia de treino e por aí vai. Eu conto um pouco disso no vídeo abaixo. Saludos!!!

Fechando Ciclo

Imagem
Hola, que tal? Olha só...não sou de reclamar da vida não. E também acho  que esse post não é bem uma reclamação, mesmo sabendo que se fazer de coitadinho dá Ibope. Mas, carai, véio. Os últimos 12 meses foram uma sucessão inédita de lesões, doenças e imprevistos. Começou no 01 de março de 2020, com uma torção do joelho direito, que já não tem o Ligamento Cruzado Anterior desde 2013. Foi no Morro Araçatuba e tive que vir praticamente a reboque por quase 2 km de trilhas. O que faria em 20 minutos de corrida levou 120 de caminhada arrastada e ainda cheio de dores. Ok, consultas, exames, liberado pra correr em uns poucos dias e aí entra a pandemia de Covid-19. Mesmo sujeito aos julgamentos e dedos apontados, permaneci treinando corrida e ciclismo, ouvindo asneiras de todos os lados. Muitos achando que era puro egoísmo sair para pedalar, correr o risco de sofrer um acidente e ocupar o leito de alguém que estivesse precisando por causa do Covid-19. Estávamos ainda em março e abril, e ninguém

Estou Pronto!

Imagem
Estou pronto. Esta imagem é de janeiro de 2009, no Cordón del Plata, a 3.200 metros de altitude, preparando um café. Foi basicamente minha última experiência real de montanhismo. De lá para cá foquei primeiramente nas corridas de rua e de montanha, depois me dediquei à música e por fim à uma viagem breve pelo mundo das Gravel Bikes. Claro que frequentei montanhas e até mesmo acampei em algumas nesses 12 anos longe da pura montanha. Mas meu corpo e principalmente minha alma agora chamam pelo retorno. Após tantos adiamentos nesse retorno, hoje entendo porque isso não aconteceu antes. Tudo tem a sua hora. Um pouco mais experiente, mais cauteloso, com muito mais tecnologia de equipamentos do que antes e com muito mais vontade de viver estes dias intensos junto à natureza única de montanha. Estou pronto, foi dado o start.⠀ É mais sobre montanhas que sobre corridas. Aos poucos vou contando por aqui o que estará rolando. E a imagem abaixo é de janeiro de 2021 no Morro Araçatuba neste último d

Primeiro do Mês

Imagem
Hola, que tal? Poxa, quem me dera ao menos uma vez cumprir com aquilo que se promete todo início de ano. Não só a promessa de escrever mais. Mas aquelas mais manjadas, sabe? Treinar com mais disciplina, comer melhor, dormir mais, se estressar menos com o que não está sob nosso controle... Tenho certeza que você que me lê pretendeu começar algo novo ou mudar alguns hábitos a partir do dia 01 de janeiro. Ou na primeira segunda do ano, que seja. Bem, dessa vez não prometi voltar a escrever com frequência mas aqui estou. Prometi fazer alongamentos todas as noites antes de dormir mas, caramba, já estamos no dia 07! Beleza, essa noite eu começo e no texto da próxima semana (olha as promessas, Volpson!) eu conto se está rolando. Ainda bem que esta ferramenta aqui me lembra quando foi a última vez que estive aqui no blog. Foi no final de setembro. E nestes pouco mais de três meses minha vida teve um rebuliço tão grande, mas tão grande... Sei que tem muita gente que não gosta (e que se danem po

Tempos Difíceis. Ou não?!

Imagem
 Muito bem, senhoras e senhores, tudo bem com vocês? Sumidíssimo daqui por quase quatro meses, atravessei tenazmente este inverno diferentão. 2020 tem realmente sido um ano muito louco. Para não dizer que louco é pouco. A nova ordem imposta pelo Covid-19 é um desafio a ser vencido diariamente. Mas também não é por isso que vim passar aqui no blog. É que 2020 tem me abençoado com muitas coisas boas. Em todos os aspectos da vida. E também na evidenciação das dúvidas que permeiam e por vezes corroem minh'alma. A isso me refiro raramente, não sendo de meu feitio expor os sentimentos mais exagerados. Mas o que de fato acontece é essa sucessão de eventos positivos neste louco ano.  Ter voltado a correr bem em trilha mesmo após uma torção no joelho bichado, adquiri uma visão diferente e mais coesa do cenário da bicicleta pelo mundo, satisfação profissional pura e simples, novas amizades, amores e sabores... Tudo muito condensado nestes meses de pandemia. Parece que para mim existe uma nov

Treinando com Segurança nas Trilhas Paranaenses

Imagem
Hola, que tal? Não exatamente uma grata surpresa. Isso porque eu já havia visitado antes a Base Fazenda Lagoa , propriedade rural localizada no município de Campina Grande do Sul a pouco mais de 30 km de Curitiba. Estive lá por duas vezes. Em minha primeira visita fui para ver amigos em uma prova de MTB XCO (Cross Country Olímpico) em um circuito muito bonito, duro e divertido. Já pude me imaginar correndo naquelas trilhas. Inclusive o local já havia recebido provas de corrida em trilha. Poucos meses atrás estive lá novamente junto com o time da Equipiazza para um reconhecimento do local. Veio a pandemia, o distanciamento, os treinos suspensos... Trilhas nas montanhas paranaenses fechadas para visitação. Como mencionei no post anterior , respeito as determinações dos governos locais e se lugares como Anhangava, Itupava, Araçatuba, Pico Paraná e arredores estão com acesso proibido por decreto, respeitarei! Com o relaxamento das restrições de movimentação e com o controle bem feito dos c