Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2021

Umas últimas palavras e imagens sobre o Ciririca deste final de 2021

 No ar um vídeo contando um pouquinho do que foi o Ciririca Express deste domingo com a queridíssima e sem mimimi amiga Patrícia Moresco. Porque, falando a real, nesta montanha não há espaço e nem razão para mimimi. É pura Serra do Mar paranaense, quase como no tempo dos pioneiros. É montanha, é selvageria, é lama, é rio, é fita que sumiu das árvores, é bifurcação errada, é subida dura, descida mais dura ainda, é hora atrás de hora de progressão firme, deixando o mato rasgar a pele sem dó. Mas é também para quem sabe apreciar, respeitar e, literalmente, se ajoelhar diante de tanta beleza e da oportunidade que temos hoje. Estamos cercados de conforto, tecnologias e vantagens que os verdadeiros heróis do montanhismo paranaense lá do século passado não contavam e nem precisavam. Minha mais absoluta gratidão a esses caras que descobriram estas cumeadas, abriram estas trilhas no instinto, na bússola, no facão e com muita força de vontade. Recomendo a leitura deste incrível livro que ilustra

Montanhismo Leve e Rápido - Pico Ciririca Express!

Hola, hola, que tal? Eu e minha super amiga Patrícia Moresco nos jogamos rumo Pico Ciririca, conhecido exageradamente aqui na região como o "K2 paranaense" no Boxing Day, 26 de dezembro de 2021.  Eu já havia estado lá anteriormente por dez vezes, sendo duas delas fazendo aquilo que chamam por aqui de Montanhismo de Ataque (acho um nome muito pesado, ataque me lembra violência) ou Bate-e-Volta. Prefiro o conceito cunhado décadas atrás no exterior: Light & Fast, em tradução literal, Leve & Rápido. Não é de hoje que eu me identifico bastante com esta forma de abordar uma atividade a pé em montanhas. Não me sinto mais tão atraído em carregar mochilas pesadas, cheias de equipamentos e suprimentos para muitos dias ou muitas horas. Prefiro me deslocar rapidamente, curtindo da mesma forma cada instante na montanha e me desafiando a encarar novos objetivos esportivos. É uma maneira diferenciada de praticar atividade em montanha que se posiciona entre o trail running e o trekki

Quem sabe?

 Oi, tudo bem? Bem, talvez fosse melhor escrever e perguntar: quem é que sabe? Com aquilo que acredito ser mais da metade da vida já vivida, os 45 anos de idade se aproximando mais certeza vou tendo que nada, nada sei MESMO. Ok, pode parecer algo meio filosófico, o paradoxo socrático, mas que me conforta e me acalma ao explicar exatamente isso: que nada sei. Agora imagina isso somado a outro aspecto tão familiar aos gregos, a astrologia. Um aquariano com ascendente em gêmeos, tanto elemento ar presente... Quando acho que sei, além de me ligar que nada sei, acho mesmo que aquilo que eu sabia, eu sabia errado. É rir para não chorar. Deixando o texto menos denso e enevoado, com isso quero apenas dizer que a dificuldade de manter-me firme em uma ideia é algo que me acompanha desde o nascimento. Tenho vivo alguns dias de dilema no aspecto profissional da vida e que além de não me permitirem andar em uma determinada direção, me exacerba essa característica da dúvida e da insegurança. Gerando

É fim de ano

 Olá queridos e queridas. Sim, fim de ano. Ou final de ano, não sei bem como se escreve, talvez as duas formas sejam válidas. Eu realmente perdi esse hábito que tanto me faz bem quando decido praticá-lo. Uma pena, pois acho um verdadeiro desperdício deixar este espaço em silêncio por tanto tempo. Última postagem foi feita no final de julho quando eu decidido estava em voltar a escrever mais por aqui, afinal assunto nunca faltou não é? Eu não sei bem qual trilha acabei pegando e que me levou ao fim das postagens. Espero ter encontrado o caminho de volta, agora que consegui finalmente deixar um pouco de lado as postagens nas redes sociais (principalmente o Instagram). Nestes pouco mais mais de quatro meses sem aparecer por aqui o que posso dizer de bom é que voltei a correr com consistência a partir do mês de novembro e sigo em frente buscando abandonar os quilos extras adquiridos nos últimos anos e ganhar mais uma vez uma boa condição física para retornar às trilhas das montanhas parana