Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2009

Ultra Trail du Mont Blanc - Final Report

Bons dias! Chegou ao final uma das grandes ultramaratonas do mundo. A sétima edição da The North Face Ultra Trail du Mont Blanc rolou neste fim de semana fazendo parte na verdade de um grande evento: 3 países (França, Itália e Suiça), 1600 voluntários, um total de 5.600 participantes, forte cobertura da mídia e um orçamento estimado de 1,3 milhões de euros. Depois da incrível vitória no ano anterior do jovem Kilian Jornet(Salomon), 21, em cima do italiano bicampeão Marco Olmo, 61, o espanhol era o grande favorito para completar os 166 Km da prova principal à frente de todos. Ele provou estar em grande forma este ano, após uma série de vitórias nas corridas da World Skyrunning Series, e a quebra do recorde da GR20 na Ilha de Córsega. Porém nesta edição havia muitos pretendentes ao título da UTMB: Marco Olmo havia abandonado a Western States 100 milhas mas havia corrido outras boas provas este ano. Scott Jurek iria encarar os Alpes mais uma vez após não completar também a Western States.

Notícias pós-prova da UTMB - Ultra Trail du Mont Blanc 2009

Imagem
Salve corredores e entusiastas! Com as primeiras colocações já definidas é hora das considerações a respeito do desempenho dos brasileiros nesta incrível competição. Na prova principal de 166Km, aquela que dá uma volta completa no maciço do Mont Blanc, Cristina de Carvalho faturou a sétima posição na geral feminino e foi campeã de sua faixa etária Fem. 40-49. Ela fechou com o tempo de 33 horas e 23 minutos, mesmo tendo problemas no final da prova quando errou uma bifurcação que lhe custou duas horas até voltar ao ponto correto e continuar na prova. E o pior de tudo foi que esse erro lhe custou uma descida (e consequente subida para voltar) de 1.000 metros de desnível. O segundo melhor brasileiro foi Tani Oreggia, que fechou em 37 horas e 11 minutos. Os outros brasileiros que completaram a prova foram Vera Gillaux (39h35min) e Caco Alzugaray (40h23min). Em outra prova do evento, a igualmente dura Sur les Traces des Ducs du Savoie, que contou com 106 Km de trilhas percorridas entre Courm

Kilian Jornet é Bi-Campeão da Ultra Trail du Mont Blanc 2009

O espanhol Kilian Jornet, de apenas 21 anos, sagrou-se vencedor pela segunda vez consecutiva da The North Face Ultra Trail du Mont Blanc que rolou nesta sexta e sábado. Kilian percorreu a distância de 166 Km em que consiste a competição em 21h33min18seg. O segundo colocado na prova foi a francês Sebastien Chaigneau, que chegou pouco mais de uma hora depois de Kilian, com 22h36min45seg. Na sequência vieram o japonês Tsuyoshi Kaburaki e o alemão Uli Calmbach. Em breve mais informações e fotos da prova.

Ultra Trail du Mont Blanc (de sexta para sábado)

Imagem
Salve corredores! Como já havia escrito em post anterior, acompanhei através do twitter as notícias sobre a UTMB - Ultra Trail du Mont Blanc que teve sua largada nesta sexta-feira, 28 de agosto na cidade francesa de Chamonix. O percurso da prova principal de 166 Km é feito todo por trilhas de montanha e pequenas estradas rurais, contornando o ponto mais alto da Europa Ocidental, o Mont Blanc, com seus 4.810 metros. A largada da prova foi as 18:20 (horário local), o que significa que os primeiros de montanha são percorridos durante a noite, incluindo aí diversas passagens por cotas acima dos 2.000 metros de altitude. No total a prova de 166 Km conta com um desnível positivo acumulado de aproximadamente 9.400 metros, sendo que os líderes completam esse percurso em torno de pouco mais de 20 horas. Os mais lentos podem demorar até 46 horas, que é o tempo limite da prova. Ou seja: larga na sexta feira final de tarde e só termina no meio da tarde do domingo. Bacana né? Normalmente os trekker

Acompanhe a UTMB 2009

Salve leitores! Convido todos vocês para acompanhar as atualizações que estarei postando em meu twitter sobre o que está acontecendo na Ultra Trail du Mont Blanc 2009. Esta competição foi tema de matéria recente por aqui, onde ficou uma sutil demonstração de desejo meu de participar dela no próximo ano. Sempre que eu obtiver novas infos estarei colocando em meu espaço nessa ferramenta incrível que é o twitter. Acompanhe neste final de semana pelo www.twitter.com/georgevolpao . Abraços.

Turismo – Córdoba

Imagem
Buenas! Em mais um relato das cidades que tive o privilégio de conhecer em minha curta existência vou tratar de Córdoba, localizada bem no centro da Argentina. Córdoba possui uma população em torno dos 1.300.000 habitantes, sendo a segunda mais populosa do país platino. Cidade histórica, uma das mais antigas do país, possui uma longa e preservada história. Nela está localizada a mais antiga universidade do país, a Universidad Nacional de Córdoba, fundada em 1613 pelos jesuítas, responsáveis pela grande quantidade de igrejas que encontramos na cidade. Córdoba é muito conhecida por ser uma cidade que congrega muitos estudantes vindos de outras cidades do interior da Argentina, o que a torna bastante jovem e alegre, com uma vida noturna bastante agitada. Aproximadamente dez por cento de sua população total está matriculada nas diversas faculdades e universidades que a cidade conta. Estive na cidade pela primeira vez neste ano, nos meses de janeiro e fevereiro. Foi a primeira parada da vi

Ultra Trail du Mont Blanc 2010

Imagem
Esse post é para quem acha que correr 42K no asfalto é duro demais. Pode ser duro, mas apenas o piso. Dureza mesmo é completar os 166 Km da Ultra Trail du Mont Blanc no tempo limite de 30 horas. Esta é provavelmente a mais emblemática de todas as corridas de montanha do planeta. Todos os anos são oferecidas 5.000 vagas que se esgotam rapidamente, mesmo havendo necessidade de ter per participado de provas pré-classificatórias. Sim, não pense que você poderá encarar essa sem antes se qualificar. Para nós brasileiros, o melhor caminho é participar da única "seletiva" nacional o Desafio Praias e Trilhas que rola todo mês de outubro em Florianópolis. Na prova nacional são duas maratonas em dois dias, perfazendo 84 Km de praias, trilhas, dunas e carreiros de terra. Mas completar esse desafio ainda não lhe dá direito de correr os 166 km da prova principal. A prova brasileira qualifica para a CCC (Courmayeur-Champex-Chamonix) que percorre "apenas" os últimos 98 quilômetro

Considerações sobre a K42 Bombinhas

Imagem
Ok, este será o último post sobre o que rolou na K42 Bombinhas, pelo menos este ano. Tratou-se de uma experiência nova para mim, onde pude reunir duas características esportivas que gosto muito: correr 42 quilômetros e percorrer terrenos acidentados e fora das ruas e estradas. Eu já havia corrido duas provas de 21K em montanha no ano de 2007, válidas pelo Circuito Paranaense de Corridas em Montanha. Foram provas duras e que me encantaram muito. Quando passei a viver em Belo Horizonte, a ausência de provas come ssas características na região me forçou a buscar desafios longos no asfalto mesmo, como a Meia Maratona da Linha Verde e a Maratona do Rio, minha estréia na distância clássica do atletismo. Quando começou a divulgação da Vila do Farol K42 Bombinhas Adventure Marathon a empolgação foi total. Encarei a Maratona do Rio como treino longo para a K42, foquei em seguida nos treinos de subidas em Belo Horizonte e encarei umas trilhas de leve nas redondezas. Tudo saiu mais que perfeito

Vídeo Oficial da Vila do Farol K42 Bombinhas

Aguardo os comentários :-) Beijos e abraços! P.S.: Agora no Youtube também: http://www.youtube.com/watch?v=S_IAD1fsigo

Relato da K42 Bombinhas Adventure Marathon

Imagem
Eu não lembro muito bem se foi uma sirene, um apito ou apenas um “vai!”. Sei apenas que não era um tiro de canhão. Mas quando dei por mim estava correndo em uma areia gostosa, não muito batida e também não muito solta. Cruzar o pórtico de largada fincado na areia não havia levado mais que alguns segundos. E mais de cento e quarenta cabras determinados se bandearam em uma meta ousada: percorrer os 42 quilômetros da primeira Maratona Trail Run do Brasil, a Vila do Farol K42 Adventure Marathon. Sua largada teve lugar na praia central do internacionalmente conhecido Município de Bombinhas, situado no litoral norte de Santa Catarina. Suas águas claríssimas, de transparência absurda e sua natureza preservada realmente chamam a atenção. A ausência de edifícios elevados e as suas ruas estreitas o deixam com um jeitão mais família, pelo menos nesta época “off-season”. Após percorrermos alguns metros à beira-mar, tomamos um leve desvio por uma rua de asfalto (menos de um quilômetro) com uma subi

K42 Bombinhas Adventure Marathon

Hola! O relato definitivo virá durante a semana, com calma, quando retornar a Belo Horizonte, coisa que só deve rolar na quarta-feira. Mas tenho certeza que muitos amigos de verdade querem saber pelo menos um "tiquim" como foi. Foi demais, fantástico, perfeito. Bombinhas é disparado o melhor lugar que já corri e tenho certeza que está entre os mais belos do planeta. Trilhas (muitas), estradas de chão (algumas), areia fofa da praia (longos 10km) e até mesmo costão de pedras. Uma prova para curtir cada centímetro percorrido e que dá um baita orgulho dizer: Eu Corri! Foram pouco menos de 5h50 minutos, correndo com gente amiga, de bem com a vida, sempre (quase) sorrindo. Mesmo nos momentos mais duros, como o areia sem fim da praia de Zimbros e de Mariscal ou na curta mas íngreme subida depois de um costão lá pelo quilômetro 38. Ver uma baleia amamentando seu filhote , muito próximo da areia, já perto do final da prova no km 37 foi realmente de verter lágrimas pela beleza da vida.

Em Bombinhas

Imagem
Salve! Estou bem instalado no Bombinhas Hotel, na cidade-balneário de mesmo nome. Na tarde desta sexta feira rolou a entrega do kit e o congresso técnico com as últimas informações sobre a prova. Tudo muito organizado e rápido. Chegou a 142 o número de inscritos na prova dos 42 Km (vai rolar também um revezamento de 2 pessoas correndo 21 Km cada um e uma prova de 8 Km). Cheguei na cidade por volta das 13 horas ainda com sol, porém logo em seguida o tempo virou, o vento apertou e trouxe consigo uma névoa, típica de cidades litorâneas. Umidade e vento gelado. Vamos ver o que enfrentaremos amanhã ao longo dos 42 quilômetros da K42 Adventure. A previsão é de tempo aberto e temperaturas amenas. Abaixo algumas imagens. Um grande abraço catarinense a todos. Uma pacata Bombinhas em uma tarde de um dia útil em pleno inverno. Muito diferente da primeira vez em que estive aqui, no carnaval de 2007. Entrega do Kit, tudo bem organizado e ágil. O colega que aparece à direita é o Luiz, que veio comig

K42 Bombinhas - De partida para a Bela e Santa Catarina

Imagem
Salve, Como já deve ser bem sabido pelos leitores deste espaço estarei participando da K42 Bombinhas , a primeira Maratona Trail Run do Brasil. Serão 42 quilômetros de trilhas, estradas de chão, areia da praia e pouco asfalto. O desnível altimétrico acumulado estará em torno dos 1.500 metros, o que promete um bom desafio para as pernas. Com certeza a beleza do lugar contará para amenizar o sofrimento, ainda mais porque a previsão do tempo é das melhores para o sábado, dia da prova: Céu com poucas nuvens e temperatura entre 16 e 22 graus. Nesta quarta-feira embarco por via rodoviária (sem promoções de passagens aéreas para o período, infelizmente) em direção à Curitiba, onde permanecerei até a manhã de sexta-feira. Além de me recompor do desgaste das 14 horas que separam a capital mineira da paranaense, terei a oportunidade de rever pessoas queridas, tanto familiares como amigos. Espero chegar em Bombinhas (que está a pouco mais de 200 km de Curitiba) por volta do meio dia da sexta-feir

Novo livro do Dean Karnazes no Brasil

No mês de setembro o ultramaratonista Dean Karnazes virá ao Brasil para a divulgação do seu novo livro. A obra, intitulada “50 maratonas em 50 dias”, conta como Karnazes venceu o desafio de correr 50 provas de 42 km em cada um dos 50 estados norte-americanos, em 50 dias. Ao todo Karnazes percorreu mais de dois mil quilômetros, e terminou a aventura na Maratona de Nova York ao completá-la em exatas três horas. Além das histórias de superação do atleta, o livro conta também com dicas de treinamento e conselhos de como se adaptar a condições extremas. Já assisti o documentário produzido sobre este evento e o cara realmente manda bem. O livro anterior, O Ultramaratonista , trata sobre o início de Dean nas corridas e descreve as sensações que ele absorveu em algumas provas duras como a Western States e a Badwater. Entre os dias 12 e 15 do próximo mês, Karnazes estará em São Paulo para a promover o livro, cujo lançamento ocorrerá no dia 16 , às 19h, na Livraria da Travessa, em Ipanema, no

Corrida da Carteiro - BH

Imagem
Rolou ontem neste final de semana em Belo Horizonte a tradicional Corrida do Carteiro. O bacana dessa prova é o fato dela sair do lugar-comum da imensa maioria das corridas aqui de BH, a orla da Lagoa da Pampulha. Essa corrida teve sua largada em local emblemático da capital mineira, a Avenida Afonso Pena bem no coração da cidade, às 16 horas do sábado 08 de agosto. No fim das contas foi uma ótima prova! Simples e sem frescura. Mas a gente acaba mesmo sentindo o calor e a secura, afinal acaba se acostumando com o planinho da Pampulha e o fresquinho das manhãs. Aí quando chega numa prova como essas acaba sofrendo mais que o normal. Eu gostei demais, afinal quanto piores as condições maior é a satisfação quando a gente chega no final né? Como gosto de correr no calor não senti nenhuma dificuldade, na verdade me diverti bastante e mesmo com um percurso com subidas duras fiz um bom tempo para os 10K: 48min53seg, quase 3 minutos abaixo de minhas últimas provas de 10K em Contagem e no Belve

Trail Running por la noche

Acha novidade, diferente, radical demais, uhuuuu correr na Pampulha à noite em provas como a Fila Night Run? Eis a versão "offroad" desse tipo de prova: um trail running noturno que rola paralelamente a algumas etapas do circuito nacional de provas de triathlon cross-country, mais conhecidas como X-Terra . Apesar do clima meio de "baladinha" deve ser interessante correr uma prova assim. Apenas nove quilômetros com poucos trechos verdadeiramente de trilhas. Mas é válido, imagino que seja divertido. No fim das contas esta é a proposta do evento: diversão. Quem sabe no próximo ano... Segue vídeo abaixo ou aqui mesmo , para quem recebe atualizações via mail.

O Corredor de Montanha

Segue abaixo mais uma tradução e adaptação de texto encontrado na net. Adam Chase não poderia tratar melhor sobre o assunto "ser corredor de montanhas". Por isso em vez de escrever algo particular tomei a licença de traduzir este texto e colocar uma linguagem mais facilmente compreensível. Boa leitura! Tentar caracterizar um típico advogado das corridas de montanha e´como tentar cortar o cabelo de um bebê ou procurar vaga-lumes durante o dia: Você pode não conseguir muita cooperação e incomodá-los pode ser complicado. Eles geralmente não são muito sociáveis e preferem correr em trilhas justamente para fugir das multidões. Com 6,2 milhões de indivíduos nos Estados Unidos (menos de 10.000 no Brasil) se identificando como trail runners (ou corredores de montanha) e com uma taxa de crescimento anual estimada em 38% (lá no Tio Sam), você pode estar se perguntando se a indústria e o mercado em geral não gostaria de saber exatamente como são esses figuras e o que eles buscam. Um per

Circuito Caixa - Etapa BH

Imagem
Salve! Voltei a correr provas na orla da Pampulha, mas desta vez algo bem menos "pop" que o Circuito das Estações Adidas . Participei da etapa BH do Circuito Caixa de Corridas de Rua. Inscrição a um preço amigo, kit honesto, sem frescuras e firulas de mandalas, latinhas e camisetinhas tecnológicas. Prova para quem se preocupa mais em correr do que em aparecer ou ganhar camiseta bonita. Aproveitei também para estrear na dolorida distância dos 5 Km. Sim, é mais duro correr 5 Km do que uma maratona, pelo menos foi a sensação que tive. Nos 22'54" que levei para concluir estive o tempo todo no limite máximo, 110% mesmo. Uma pena eu não ter corrido com meu monitor cardíaco, só para conferir qual percentagem acima do máximo eu atingi em minha freqüencia cardíaca. Tratou-se de um treino de ritmo, pois na semana anterior eu acumulei uma bagagem de 93 Km de treinos longos e lentos. Durante a prova, as pernas sentiram o sarrafo que eu havia aplicado em treinos de quase três hor