Just my two cents sobre o espírito trail run

É coisa rápida. É só para pensar e, quem sabe, identificar-se ou não.

Minhas duas últimas participações em provas de trail run - atleta na APTR Paraíba do Sul e staff no Trail dos Ambrósios - e as observações que faço do comportamento do atleta médio deste tipo de prova.

O que observo é que, felizmente, a grande maioria vai lá para curtir. Isso me deixa bastante contente e satisfeito. O que me encanta é gente que vai correr na montanha porque gosta de está na montanha. O que me enoja um pouco é gente que vai correr pelo pódio ou pelas glórias. Há uma linha bastante tênue entre esses dois extremos. Afinal, quem não gosta de chegar na frente e superar a si mesmo ou aos colegas de atividade? É nosso instinto competitivo que aflora, é questão de evolução das espécies... Eu mesmo já tive oportunidade de pisar no alto de pódio de corridas de montanha e achei divertido.

Mas não é, sinceramente, por isso que alinho na largada de uma prova. É apenas por poder ter a oportunidade de estar lá. De conviver e compartilhar as trilhas com novos e velhos amigos.

Com o atual boom das corridas de montanha e o aparecimento de todo tipo de gente nestas provas, situações desagradáveis para mim também começam a surgir, coisa que poucos anos atrás não ocorria. 6 anos atrás, simplesmente alinhávamos atrás de uma marca de cal e largávamos para nos DIVERTIR em montanha. Chegar na frente ou atrás de um colega era motivo apenas para gracinhas, não para esnobismo e egocentrismos. Uma falha de certo organizador ao não conseguir autorização de um proprietário para a passagem da prova em suas terras e consequentemente porteira fechada com cães ferozes soltos era apenas mais uma adversidade que superávamos com bom humor e uma conversa educada e direta. Não era com bravatas internéticas, nem com protestos vazios, nem resolvidas com a ingestão de substâncias proibidas para aumento de performance.

Portanto faço um convite: se você vai a uma corrida de montanha porque quer chegar na frente a qualquer custo, procure outro esporte. Nós, centenas de nós que vivemos o real espírito trail running, não iremos bater palmas para você.

Fica a sugestão de vídeo abaixo:

"It's not all about winning races or doing well in races, it's about what running means to me."

Algo como,

"Não se trata de vencer corridas ou ir bem nelas, é sobre o que correr significa para mim."

Pensemos!

Abraços.


Comentários

  1. Sábias palavras caro amigo, sou novo no esporte, e já apaixonado pelas montanhas. Leio muito sobre, e pode ter certeza, levo comigo a essência da corrida. Ela mudou minha vida,vivo com uma filosofia diferente hoje, e tento passar da melhor maneira possível para os outros. Grande abraço, pode ter certeza que estamos juntos nessa :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Roberto!

      Obrigado pela visita, leitura e comentário. Bacana poder compartilhar os pensamentos e ter este retorno. Abração e tamo junto!

      Excluir
  2. Felizmente essa vibe de correr "for fun" persiste no meio de nós! baita texto ;)

    Grande Abraço

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas