Anhangava Skyrunning 2019

janeiro 21, 2019

Buenas!

Ótimas sensações em meu retorno ao Morro do Anhangava no sábado passado para um skyrunning bem ao meu gosto: subidas íngremes, descidas técnicas e paisagens estonteantes.


Desde que voltei a morar em Curitiba, ainda não havia retornado a esta montanha que tanto me encanta. Antes eu morava a apenas 5 quilômetros de sua base. Agora são pouco mais de 25. Madruguei no sábado, encarei uma corrida de Uber até o ponto onde iniciei a pegada.


O resumo final é de pouco mais de 18 quilômetros em quatro horas de atividade com 1.011 metros de desnível positivo.

Uma carga de atividade que havia muitos meses que eu não conseguia aplicar.

Se irei retornar com força às provas de corrida em montanha neste 2019? Ainda não posso afirmar. A experiência do post anterior lá nos 12 km de Piraquara foi bastante promissora. No entanto este rolê livre e desimpedido de percursos marcados e de rotas traçadas parece ter me encantado o suficiente para que correr em montanhas seja algo muito mais lúdico do que competitivo.

Única certeza é que realmente não estarei presente na primeira etapa do Circuito Skyrace de 2019, em Tijucas do Sul na prova conhecida como Araçatuba Half Marathon. Eis os motivos (desculpas):

1. Já corri esta mesma prova em 2013;
2. Pouco dinheiro sobrando para inscrição;
3. Qualidade de treinamento insuficiente para encarar os 21 km.

Ir lá sem condições de fazer uma prova redonda não serve a nada. 

Da mesma forma, não tenho nenhuma outra competição de trail running que realmente me instigue e que me justifique investir uma soma de dinheiro que me proporcione a satisfação que as corridas em trilha me trazem.

Por enquanto, seguirei só, correndo pelas ruas de Curitiba e pelas trilhas, bem como subindo montanhas e pedalando pelos arredores da minha terra natal.

Abaixo algumas imagens e aqui o Relive da parada.

Forte abraço, bons treinos!





Vale uma leitura!

0 comentários