Corridas de Montanha pelo Brasil

Buenas!

publiquei aqui algo sobre meu início nas corridas de montanha, esporte relativamente novo no país. da mesma forma apareceu aqui ontem mesmo um texto explicando de forma simplista o que são as corridas de montanha e algumas de suas provas mais importantes do mundo. Porém, deixei de comentar um detalhe: é interessante deixar claro aqui que corridas de montanha são diferentes de corrida cross-country, modalidade há muito praticada em nosso país e no mundo. O Cross Country consiste de circuitos fechados em terrenos naturais ou com obstaculos criados pelo homem, porém em terreno com muito menos desnível que as corridas de montanha propriamente ditas. É preciso considerar outra situação: em nosso país temos provas já tradicionalmente realizadas por estradas de terra ou mesmo com trechos de trilhas. São chamadas de “rústicas”. Em várias cidades do interior do Brasil é possível encontrar provas com essas características, com muita subida e percurso fora do asfalto. Porém é difícil classificá-las como corridas de montanha, bem como também não se tratam de uma corrida de rua típica.

Voltando ao tema. Como vimos, corridas de montanha em sua essência precisam necessariamente incluir fatores como desnível considerável, trilhas, quebras de ritmo devido a alterações na altimetria, desafio, entre outros. Algumas provas realizadas em sua quase totalidade por terrenos pavimentos também ganham a errônea denominação de corrida de montanha. Muitas vezes, só por que o percurso contempla grandes desníveis altimétricos algumas pessoas atribuem esse conceito. O que na verdade é um saco. Basta de conceitos, o que importa é correr. Se for fora de estrada, melhor ainda! Relatarei abaixo algumas das principais corridas do país com essas características.

É difícil escolher uma prova apenas como a mais importante ou significativa do calendário nacional. Em nosso país temos provas de montanha que variam dos 7 aos 217 km. E de maneira alguma quero deixar aqui meus comentários como verdades definitivas, afinal é rpreciso correr essas provas para se tirar conclusões.

Poderíamos “dividir” as corridas de montanha no Brasil em provas de curta e provas de longa duração (quilometragem).

Provas Curtas

Entre as provas curtas poderia citar as que dispõe de um percurso de até 21 km, a distância aproximada da meia maratona. Entre essas provas temos as que compõe o Circuito Brasileiro de Corridas de Montanha, a Copa Paulista de Corridas de Montanha, o Circuito Mineiro (a ser realizado pela primeira vez esse ano, no segundo semestre) e o Circuito Paranaense. Todas estas provas tem a distância de 12 km como a escolhida para os homens e 7 km para as mulheres, por ser essa a determinação da CBAt – Confederação Brasileira de Atletismo para a regulamentação destas provas. Não há necessidade de ser atleta federado para participar dessas provas. Lembro que o fato de a prova ter 12km ou 7 km e ser integrante de um circuito estadual não significa que ela conte pontos para um ranking nacional. Lembro também que em anos anteriores o Circuito Paranaense contou com provas que variavam desde os 10 km aos 42.195 metros de uma maratona, sendo a primeira do país, realizada em setembro de 2007 na cidade paranaense de Rio Branco do Sul. Em busca da padronização estabelecida pela CBAt o Circuito Paranaense oferecerá este ano apenas a distância imposta pelos dirigentes, buscando sua certificação.

Outro circuito que surgiu este ano e que em anos anteriores contava com apenas uma ou duas provas anuais organizada pela mesma empresa é são os Trail Runs que ocorrem paralelamente aos eventos de triathlon cross-country, mais conhecidos como X-Terra. Para este ano estão previstas várias etapas, sendo uma delas aqui em Belo Horizonte. Nestas provas as distâncias variam entre 7km e 9 km tanto para homens quanto para mulheres. Nestas provas os terrenos percorridos são um pouco mais fáceis que as provas do Circuito Brasileiro e do Paranaense, por exemplo, as quais já tive oportunidade de correr. Como o nome do evento mesmo avisa é mais corrida em trilha do que corrida em montanha.

Surgiu esse ano também, organizada pela equipe do Movimenta Minas um circuito de três etapas de Trail Run, na distância de 7 km. Vale a pena conferir!

Distâncias Longas

O Brasil, apesar da pouca tradição, é pródigo em provas longas, sendo que duas delas são muito procuradas por estrangeiros e exigem uma pré-qualificação para se inscrever. Uma delas é a Brazil 135, que é integrante de um circuito mundial com mais duas provas de 135 milhas (217 km). A do Brasil é conhecida como a ultramaratona das montanhas. as outras provas são a Arrowhead (realizada no inverno norte americano), conhecida como ultramaratona do gelo e a Badwater, também nos E.U.A., conhecida como a ultramaratona do deserto. Desafio é o que não falta!

Outra prova que cresce a cada ano e em 2009 vai para sua oitava edição e o Desafio Praias e Trilhas, realizado sempre no mês de outubro em Florianópolis – SC. São duas maratonas em dois dias, sempre percorrendo terrenos montanhosos e muita praia. 84 km nos dois dias garantem a dificuldade da prova. A mesma empresa organizadora desta prova é reponsável também pela Desafrio Urubici, uma prova em pleno inverno da Serra Catarinense onde os competidores sobem por 25 km até quase 1900 metros de altitude e depois retornam, intercalando trechos de asfalto e trilhas. É uma prova digamos, mista, pois agrega um bom trecho pavimento a ela, apesar de sê-lo em subidas e descidas fortes. 50 km inesquecíveis na Serra Geral catarinense.

Para este ano uma prova que parece que vai chegar com força total é a k42 Bombinhas, 42.195 metros em trilhas e areias de um dos mais belos cenários do país, as praias e morros de Bombinhas – SC. Lá estarei, para minha estréia em maratonas em trilhas. Nesta foto ao lado podemos ver um trecho por onde passaremos correndo.


Existem também outras provas de montanha pelo Brasil, inclusive as de revezamento, muito populares nos dias de hoje nas ruas. Em trilhas temos a Volta a Ilha e o Mountain Do também em Florianópolis.

Esse é um panorama inicial das provas que rolam em nosso país. Espero não ter esquecido de alguma e se tal for percebido pelos leitores, que não hesitem em postar que corrigirei as informações.

Agora é com você. Basta escolher qual encarar e pé na estrada (trilha, rio, areia também…).

Um forte abraço.


Comentários

  1. opções interessantes. quem sabe !?!?!
    boa sorte em bombinhas.
    lugar maravilhoso !!!!

    ResponderExcluir
  2. ---------\\\\|/---------
    --------(@@)-------
    -o--oO--(_)--Ooo-
    Pepe, haja folego para correr essas corridas de montanhas, aqui no Rio de Janeiro tem uma prova de montanha pequena de 20km e é muito adrenalina...

    Bons treinos,

    Um abraço,

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas