Pular para o conteúdo principal

Últimas considerações sobre a Maratona do Rio

Tá bom, tá bom, tá bom.

Tudo bem que a primeira maratona é emocionante, já debulhei as sensações, a ficha já caiu e até da cueca da sorte eu falei!

Então para fechar o assunto e seguir em frente (semana que vem já tratarei do próximo objetivo) não poderia deixar de citar o apoio dos amigos. Amigos novos que fiz no Rio de Janeiro. Duas pessoas em especial. E mais uma que já era meu amigo de longa data e que revi no Rio. O Jorge Maratonista é um deles. Tomamos conhecimento um do outro através desse espetacular canal que é a internet. E lá no Rio, mesmo com toda a falta de tempo de quem chegou na cidade sábado de manhã e já teve que partir logo após o almoço, tivemos a oportunidade de nos trombar por duas vezes e trocar algumas palavras. O suficiente para sentir uma ótima energia e ter a certeza que é possível através da corrida e da internet consolidar boas amizades e relacionamentos. Valeu a força e parabéns pela dedicação Jorge!!

A outra pessoa é a Gerusa. Figurinha carimbada do montanhismo carioca e que conheci através de um amigo via internet, quando eu ainda morava no Paraná. Recentemente, graças a esse mundo dos teclados também, ela passou a namorar um grande amigo meu de Curitiba, o Beto Joly. No domingo da prova era aniversário dela, então o Beto lá estava no Rio também. Foi muito bom poder conhecê-la pessoalmente e rever o Beto. Um jantar com eles no sábado a noite foi a maneira que encontramos para conversar pessoalmente nesse mundo corrido.

Como voltarei ao Rio em setembro, espero ter mais tempo por lá para cultivar essas amizades que realmente valem à pena.

E ficamos por aqui mesmo. Acho importante passar adiante a importância que esta ferramente que temos à disposição para nos aproximar de pessoas "do bem".

Semana que vem o olhar segue adiante. Tratarei das meias de compressão, da próxima maratona e da volta aos treinos, bem como do Projeto I Run Trails.

Um grande abraço a todos e obrigado pelas manifestações de carinho aqui no blog e também via orkut, mail e msn.

Comentários

  1. Algumas amizades que fazemos por esse cantinho aqui são realmente se tornam especiais, né?
    Espero encontrá-lo em breve para ver todas as fotos do Rio!
    Grande beijo, amigo!

    ResponderExcluir
  2. Fala Pepe,
    realmente, o Jorge é um cara sensacional. Uma fonte de inspiração para todos nós. O cara foi sub3 e ainda perguntou para vários se precisavam de ajuda ...
    Ah, vi que já rolam umas meias de compressão, que não tem o pé. Pareceu interessante.
    Abs e nao vejo a hora desse post

    ResponderExcluir
  3. ---------\\\\|/---------
    --------(@@)-------
    -o--oO--(_)--Ooo-
    Realmente a Internet está sendo uma chave de união para unir várias pessoas, cara eu não me imagino hj em dia sem internet...rsss...

    Se não fosse ela, acho que não conheceria milhares de pessoas que hj eu conheço,literalmente como diz a amiga corredora de São Paulo Mayumi...Pulamos da tela do computador e agora somos amigos reais.

    Meu amigo PEPE muito obrigado pelas considerações a minha pessoa, vc é um grande amigo...

    Se o seu blog com a outra imagem de um corredor correndo na chuva já estava maneiro, imagina agora com esse belíssimo visual vc correndo na natureza e puxando o pelotão...showwww...PARABÉNS!

    Bom final de semana e boas corridas.

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.blogspot.com
    Bons treinos,

    Um abraço,

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Pepe,

    Sou Marcos Siqueira, resido agora em Campinas (Trabalho todos os dias em SP), casado, uma filha de 4 anos e outra a caminho (para novembro).
    Apesar de ser Brasileiro (e Corinthiano) morei por 8 anos na Califórnia, onde fui transferido pela empresa e desde Julho de 2008 estou de volta a terrinha tão querida.
    No norte da Califórnia eu corria Maratonas e Ulta maratonas (em trilhas e acima de 50 Km), além de traitlons, enquanto conseguia trabalhar, treinar e ainda levar meu negócio pessoal em paralelo (Coffeeshop).
    Aqui, neste ano, mal consegui treinar.
    Minha grande paixão era correr todo sábado e domingo nas trilhas de Sierra (de Auburn até Lake Tahoe).
    Corri a Western State em 2005 e mais de 15 Ultra maratonas nos últomos 5 anos.
    Corria com corredores que até hoje trocamos correspondências.
    Um deles é o Scott Dunlap, que vc deixou um scrap no blog dele que me encaminhou seu BLOG.
    Ele disse assim ainda: Agora vc vai poder correr em trilhas com alguém novamente!
    Apesar de vc estar em BH e eu em SP, precisamos nos contactar e marcar de nos encontrar em alguma prova (assim que eu conseguir treinar bem, encaro uma).
    Abraços e mantenha contato.
    See my blog:http://deficienteeficienteyfeliz.blogspot.com/
    Marcos

    ResponderExcluir
  5. Valeu ae moçada!!!

    Respondendo:

    Pate: isso ae, amizade é tudo e viva a net! Começamos assim tb não é? :-)

    Xampa: Isso mesmo, existem sem o pé ou apenas sem a ponta dos dedos. Particularmente ainda prefiro as inteiras, mas nao experimentei ainda outros modelos, atpe porque são mais difíceis de encontrar. Tendo novidades me avise!

    Jorge: Brigadão, valeu a força e ótimos treinos pra vc tb!

    Marcos: Poxa, q massa! Scorr Dunlap é o cara pra mim! Nome do meu blog foi inspirado e tudo, hehe. Correr perto do Lake Tahoe deve ser mesmo demais! Mas to vendo q vc está e outro nível...q isso cara WS100 é demais!!! hehe...
    Um dia chego lá tb, se Deus quiser. Lá nos USA a quantidade de provas e produtos específicos realmente impressiona, e devagar vamos fazendo esse trabalho de dvulgar. Vamos mantendo o contato sim e pode ter ctza que to acompanhando teu blog. Quando vier a BH não deixe de me avisar, vamos correr na Serra do Curral!

    Abraços a todos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Specialized Hardrock Sport Anos 90

Oi! Com esta bike consegui, de certa forma, realizar um sonho de adolescência: pedalar uma mountain bike com quadro de cromo-molibdênio e geometria clássica dos anos 90. A bem da verdade, lá por 1996 eu pedalei por alguns meses com uma Scott Yecora e mais recentemente, em 2014 uma Trek Antelope 800. Mas ambas tinham apenas os três tubos principais em cromoly. Esta Specialized Hardrock Sport eu consegui na Jamur Bikes, sendo trazida recentemente dos Estados Unidos pelo próprio Paulo Jamur (proprietário da loja e meu boss), que se encantou pela bike e seu estado de conservação. Quando ele colocou a bike à venda na loja, não me fiz de rogado. Era a chance de ter uma bike em cromoly e praticamente original dos anos 90. Na verdade comprei esta bike como alternativa para transporte urbano, uma vez que a Format 5222 (da qual pretendo fazer uma apresentação em post futuro) que "gravelizei" eu pretendia deixar somente para atividades esportivas. Mas gostei

Uma das mudanças em curso para 2020

Oi! Acho que um dos maiores aprendizados e uma das maiores decisões para 2020 foi focar no foco. Engraçado isso né? Focar no foco.  Preciso de foco. Com foco e direcionamento eu consigo ser mais consistente nos propósitos, ao mesmo tempo consigo extrair maior diversão dessa grande aventura que é viver e também sentir-me vivo e produtivo. No esporte, como você deve estar percebendo, o foco está nas corridas em montanha para 2020. E como sempre vai ser mais sobre montanhas que sobre corridas, não se trata de competir em provas de corrida em montanha (apesar de já estar inscrito em uma e ter ideias de correr mais duas outras apenas). É mais sobre estar nas montanhas, correndo. Sozinho, com amigos, não importa. Estar nas montanhas é a ideia. Assim sendo, decidi desfazer-me da minha bike esportiva, aquela que me acompanhou por praticamente dois anos de muito prazer nos pedais e na sua customização. Hora dos caminhos se separarem e direcionar minha veia esportiva àq

Nova Bike Kode Straat - Uma boa opção para montar uma Gravel Bike

Senhoras e senhores, tudo bem com vocês? Poxa, que bike da hora! Recebemos aqui na Jamur Bikes e já fiquei de olho grande. E adianto, já garanti a minha! Sim, a Kode Riff 70 vai retornar à proposta para a qual foi concebida (MTB 27.5 polegadas) no futuro (poca plata por ora) e vou apenas colocar o guidão drop e trocadores STI na nova Kode Straat. Vejam a imagem abaixo, retirada do site do fabricante, bem como sua geometria: Não parece ser muito apropriada para montar uma Gravel que é quase Gravel? Um top tube mais parecido com as speeds do que com as MTBs, um clearance menor na passagem das rodas, passagem dos cabos interna e outras características me levam a crer que esta bike pode andar muito confortavelmente entre estradões de cascalho (gravel roads) e asfalto, ou mesmo trilhas leves. Bora fazer essa alteração. Abaixo um vídeo mostrando a bike como ela vem de fábrica, original. E aqui a ficha técnica: - Quadro em alumínio 6061. - Garfo: Alumínio.